diário oficial
nota fiscal
transparência
ouvidoria
contracheque
leis
decretos
portarias

Programa de Assistência ao portador de glaucoma é realizado em Planalto.

20-03-2017 |
Fotos

Nos dias 14 e 15, a Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), promoveu o Programa Glaucoma. Os exames e procedimentos foram realizados no Posto de Saúde das 7h às 12h para os moradores da zona rural e das 13h às 18h para os moradores da sede.
O glaucoma é um uma doença ocular capaz de causar cegueira se não for tratada a tempo, pois em 80% dos casos não são apresentados sintomas da doença. Esta é uma doença crônica que não tem cura, mas na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão.
Este programa tem sido de grande importância para os portadores da doença, por fornecer exames e medicamentos de maneira gratuita, além de facilitar o atendimento para aqueles que não possuem condições de fazer os tratamentos de forma adequada.
“Essa ação é muito importante pra gente, pois é de qualidade e trás muitos benefícios para o povo, ainda mais pra mim, que sofro desse problema há muitos anos”, disse o senhor José Souza da Silva, paciente assistido pelo Programa Glaucoma.
A Secretária de Saúde, Rosemary Pinheiro informou que neste ano, o Governo do Estado tem efetuado cortes significativos nas verbas destinadas à saúde, afetando inclusive o Programa Glaucoma, mas, através das reivindicações realizadas pelos Secretários das cidades de Planalto, Poções, Vitória da Conquista e outros, foi possível continuar com a realização deste projeto que se tornou indispensável para a população.
Ao final da tarde de hoje, foram contabilizados 689 pacientes atendidos pelo Programa Glaucoma. “Tivemos esse grande número, graças à ajuda que recebemos das enfermeiras e agentes de saúde, que foram de casa em casa avisar sobre os atendimentos que seriam realizados no município”, ressaltou, Rosemary Pinheiro.
O Projeto teve como objetivo alertar a população sobre os riscos do glaucoma à saúde ocular, bem como sensibilizá-los a respeito da saúde preventiva, a fim de incluir e manter no Programa os pacientes que, após avaliação oftalmológica, forem detectados portadores da doença.