diário oficial
nota fiscal
transparência
ouvidoria
contracheque
leis
decretos
portarias

Município faz adesão ao Programa Mais Alfabetização.

07-06-2018 |
Educação, Cultura e Esporte

Na manhã desta quarta-feira (06), a Secretaria de Educação, por meio da Coordenação Pedagógica do Município promoveu um encontro com os professores, coordenadores e assistentes de alfabetização com o intuito de discutir e buscar melhorias na educação infantil a partir da adesão ao Programa Mais Alfabetização.

Este Programa é uma estratégia do Ministério da Educação para fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização dos estudantes regularmente matriculados no 1º ano e no 2º ano do ensino fundamental. O seu objetivo é fortalecer e alicerçar as unidades escolares no processo de alfabetização, para fins de leitura, escrita e matemática.  Para isso, o Ministério da Educação garantirá apoio adicional, prioritariamente no turno regular, do assistente de alfabetização ao professor alfabetizador, por um período de cinco horas semanais nas escolas do Município.

417d9aa6-7027-4196-a623-7d476a172c3f

Hoje uma grande parcela das crianças não estão sendo alfabetizadas na idade certa ou são alfabetizadas sem alcançar todas as habilidades necessárias, fatores que implicarão negativamente em toda a sua vida escolar.

“Atualmente leciono em uma turma de 1º ano com 25 alunos na Escola Lomanto Júnior que apresentam níveis diversificados de aprendizagem. Desta forma, tenho que dar atenção a todos, porém existem aqueles com maiores necessidades de atenção e dedicação por conta das dificuldades apresentadas no aprendizado. Um auxiliar irá me ajudar em sala de aula, direcionando maior atenção aqueles alunos que necessitam dela, a fim de contribuir com o aprendizado do mesmo. Ou seja, as possibilidades de todos os alunos alcançarem as habilidades necessárias para o primeiro ano crescem exponencialmente e isto terá impacto positivo nos dois anos seguinte do ciclo de alfabetização, pois ele terá menos dificuldades nas séries seguintes, apresentando menos chances de reprovação no 3° ano do pacto”, disse a professora, Nívea Moitinho.

Na oportunidade, a Coordenação Pedagógica apresentou os níveis de conhecimento, bem como os avanços e dificuldades de cada turma das escolas municipais, buscando, a partir dessa iniciativa, aprofundar nas áreas que os alunos possuem maior deficiência e trabalhar baseado nesses resultados, para que eles possam alcançar melhores rendimentos desde as séries iniciais.

A adesão é mais uma ferramenta que vem somar a outras ações que a SMEC está implementando para melhoria na qualidade da educação, principalmente para o cumprimento de Metas do Plano Municipal de Educação e o cuidado com a Alfabetização na Idade Certa